« More Insights


Consultas Públicas em Andamento

Não há consultas públicas relevantes ao comércio exterior em andamento.

Diário Oficial da União

Não houve publicações relevantes ao Comércio Exterior na data de hoje.

Notícias Siscomex

Notícia Siscomex Exportação nº 23/2019
Informamos que a partir do dia 06/05/2019 serão implementados novos atributos relativos a informações a serem obrigatoriamente prestadas nas exportações de café e extratos, essências e concentrados de café, classificados nos códigos do Sistema Harmonizado 0901.1, 0901.2, 2101.11.10, 2101.11.90, 2101.12.00
[Texto na íntegra]

Notícias Referenciadas

Tabela do frete deveria cair porque prejudica caminhoneiros e setor produtivo, defende Tereza Cristina
Fonte: Mapa
A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse nesta segunda-feira (08), que a tabela do frete, que classificou como “perversa”, já está prejudicando tanto os caminhoneiros quanto os setores produtivos.
[Texto na íntegra]

ANP publica novo marco regulatório sobre comércio exterior
Fonte: ANP
A ANP publicou hoje (8/4/2019) a Resolução ANP nº 777/2019, que regulamenta o comércio exterior de biocombustíveis, petróleo e derivados de petróleo e de gás natural, em substituição aos 25 atos normativos que regulamentavam o assunto.
[Texto na íntegra]

Exportações crescem 21% na primeira semana de abril
Fonte: Ministério da Economia
Com cinco dias úteis, a balança comercial brasileira teve superávit de US$ 2,326 bilhões na primeira semana de abril de 2019, resultado de exportações de US$ 5,557 bilhões e importações de US$ 3,231 bilhões. No ano, as vendas externas brasileiras somam US$ 58,211 bilhões e as compras do exterior, US$ 45,370 bilhões, com saldo positivo de US$ 12,841 bilhões.
[Texto na íntegra]

Tereza Cristina vai promover produtos do agronegócio no Japão, na China e no Vietnã, em maio
Fonte: Mapa
A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) vai viajar no início de maio ao Japão, China e Vietnã para uma série de encontros com autoridades e investidores estrangeiros.
[Texto na íntegra]

Exportações para os EUA têm como destaque participação de 66,5% dos produtos manufaturados
Fonte: Comex do Brasil
As trocas comerciais do Brasil com os Estados Unidos não geram para o país um superávit tão elevado quanto aquele obtido no intercâmbio com a China (US$ 3,297 bilhões) no primeiro trimestre do ano e o saldo ficou em apenas US$ 143 milhões, mas, além desse equilíbrio o comércio bilateral com os americanos teve entre os principais destaques a participação altamente expressiva de 66,5% dos produtos industrializados no intercâmbio comercial com os americanos, contra apenas 2,31% nas trocas com os chineses.
[Texto na íntegra]

Porto de Natal retoma exportações para a Europa após apreensões de drogas em cargas
Fonte: G1
O Porto de Natal retomou as exportações de frutas para a Europa após mais de um mês de paralisação. As atividades voltaram à normalidade no sábado passado (6), quando o navio Marfret Guyane atracou no terminal da capital potiguar.
[Texto na íntegra]

Secretário defende desativação do Porto de Salvador, mas ressalta que decisão cabe a Neto
Fonte: Portos e Navios
À frente da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis) desde 2014, o dirigente nacional do Partido Verde, André Fraga, tem uma promessa ainda não cumprida: a entrega do plano costeiro de Salvador.
[Texto na íntegra]

Clipping STTAS

Seminário CNI: Reforma da OMC

A STTAS, a UPS Company, esteve presente no Seminário “Reforma da OMC”, organizado pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) em parceria com a ICC Brasil (International Chamber of Commerce), no dia 02 de abril na cidade de São Paulo.

O evento foi constituído por 3 painéis, nos quais representantes de países da Europa, México, Argentina, Estados Unidos e da Austrália, além da própria OMC, debateram sobre o futuro da Organização. O governo brasileiro também marcou presença, representado pelo Ministro André Odenbreit, Diretor de Organismos Econômicos do Ministério de Relações Exteriores, e por Lucas Ferraz, Secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia.

Durante os debates, os panelistas concordaram que a OMC necessita de uma reforma. A Organização – que sucedeu ao GATT para promover um comércio internacional mais justo e equitativo, especialmente àqueles que não possuem uma participação expressiva no comércio global e, consequentemente, ficariam à deriva em meio as decisões das grandes potências – está ameaçada e pode perder sua capacidade de influência e governança do comércio global.
[Texto na íntegra]